Custo de vida em Aveiro – Vida em Portugal #05

Custo de vida em Aveiro – Vida em Portugal #05

Olá! Neste post vou falar do custo de vida em Aveiro. Já existe um vídeo sobre isso, mas nesta postagem eu gostaria de falar alguns pontos que não deu para colocar (ou falei rapidamente no vídeo) e que acho que são importantes. Isso, claro, além de deixar por escrito aqui as informações que eu dei em vídeo, caso você seja uma pessoa que prefira ler.

custo de vida em AveiroPrimeiramente, tenha em mente que o salário mínimo atual em Portugal é de 557 euros. É usando o salário mínimo do país como referência que podemos dizer se algo é “caro” ou “barato”. Não devemos comparar o que conseguimos comprar com 10 euros em Aveiro ao que conseguimos comprar com 10 reais em Recife (por exemplo), tampouco devemos converter os tais 10 euros para reais na cotação atual e ver o que dá para fazer com isso no Brasil. Não é assim que funciona para quem vem para morar! Tendo isso em mente, vamos em frente. 🙂

Para se ter uma compreensão melhor do custo de vida dos brasileiros que vivem em Aveiro, eu fiz um questionário no Google e pedi para que os participantes do grupo Brasileiros em Aveiro, do Facebook, respondessem. Foramcusto de vida em Aveiro - gráfico faixa etária 27 participações ao total e a maioria (mais de 50%) tem entre 26-35 anos. Essa faixa etária se encaixa no perfil de muitos que eu conheço que estão aqui para fazer mestrado e doutorado (aqui chamam doutoramento também!). Outra grande parte tem entre 19-25 anos (que é onde eu estou) e acredito que também estão aqui para estudos, porém há mais chances de estarem aqui em intercâmbio com duração de 1 semestre (feita durante a graduação) ou mestrado. Não deixo de mencionar que participaram também pessoas com mais de 35 anos, que também podem estar aqui a estudos ou trabalham por cá.

A grande maioria disse morar em Glória e Vera Cruz, conforme vemos no gráfico abaixo.

custo de vida em Aveiro - gráfico dos bairros

Vou colocar aqui um porém! Aveiro não é oficialmente dividido em bairros tal como chamamos (por exemplo: Liceu, Santiago, Forca, Glicínias, etc). É tudo uma grande freguesia: Glória e Vera Cruz. É o que se pode ver na imagem abaixo, onde Vera Cruz e Glória ainda estavam separadas, mas já se vê que a soma das duas é um grande espaço!

custo de vida em Aveiro - mapa do distritoPor isso, é comum dizer apenas que mora em “Glória” ou em “Vera Cruz” quando às vezes o local aonde se mora tem um nome específico (porém informal). E sim, existem lugares onde é só “Vera Cruz” mesmo. Onde eu moro, por exemplo, é só Vera Cruz. Então, deu pra ter uma ideia da “confusão”, né?!

O que podemos ter como certeza é  que quase todos os que responderam ao questionário moram na freguesia de Glória e Vera Cruz, a exceção de quem disse morar em Albergaria-A-Velha, que é outra cidade, acima de Cacia e Eixo, porém ainda no distrito de Aveiro.

Fiz vídeos mostrando os principais bairros (informalmente falando) centrais de Aveiro e falando um pouquinho sobre cada um. Veja a versão curta de 10 minutos para algo mais resumido, ou a versão longa de 20 minutos, se quiser ver mais.

Aluguel

A média de gastos com aluguel, segundo os brasileiros que participaram do questionário, foi de 178 euros por mês. PORÉM (tenho que deixar esse porém destacado mesmo) o valor é esse porque a maioria dos participantes alugam apenas o quarto em um apartamento, o que fez com que a média dos gastos com aluguel ficasse baixa. Houve pelo menos duas pessoas que disseram pagar 135 euros por mês no aluguel de um quarto (sem ser suíte) e vários pagam entre 160 a 200 euros (vide a média geral). Quando se trata de alugar um quarto para casal, os senhorios geralmente pegam o valor de um quarto para solteiro e acrescem 30 a 50% do valor, resultando em 200 euros mais ou menos. Eu e Rafael, por exemplo, pagamos 200 euros no aluguel de um quarto.

Os apartamentos já vem mobiliados?

Sim, quase todos os apartamentos aqui são colocados para alugar já mobiliados (ou mobilados, como chamam cá). O que pode acontecer é precisar comprar pequenos utensílios domésticos, porém o “pesado” já está no local. Isso porque eles sabem que o perfil das pessoas que vem para cá é de estudantes que pretendem passar alguns meses ou poucos anos, e portanto não os interessa comprar todas as coisas grandes (geladeira, fogão, cama, sofá, etc).

“Mas como funciona alugar só o quarto??”

Você paga para ter posse “total” apenas do seu quarto (e se tiver sorte, vai ser uma suíte), mas vai ter que dividir todos os demais espaços e utensílios/móveis/objetos que neles estiverem. Na geladeira, pode-se deixar cada prateleira para uma pessoa. Nos armários, cada porta para uma pessoa. Porém na hora de cozinhar, as panelas são coletivas e todos devem usar e lavar em seguida, para que os outros moradores possam usar se precisarem (nem sempre acontece isso aqui, ô coisa chata que é). O banheiro, caso seja dividido entre várias pessoas, deve idealmente ter um rolo para cada pessoa e os itens de higiene pessoal, assim como shampoo, sabonete e condicionador, também devem ser individuais. Tudo pode ficar nos mesmos armários e prateleiras, desde que todos saibam de quem é o quê. Claro que, dependendo da relação que você tiver com seus companheiros de casa, dá para negociar dividir alguns itens. Tudo pode ser conversado. Mas o que eu estou dizendo aqui é a convenção. Na hora da limpeza da casa, idealmente é criada uma escala de trabalho para que todos contribuam de alguma forma na limpeza dos ambientes comuns (cada um cuida de seu quarto como convir). No entanto é preciso ter cuidados mínimos diários para evitar tornar o ambiente um chiqueiro (só porque uma pessoa não se importa com uma mesa cheia de grão de arroz, pingo de molho e migalha de pão, não significa que os outros não se importem também né?), como limpar a mesa e balcão após comer, jogar o lixo na lixeira, limpar o fogão caso derrame algo nele, etc etc. Acredite em mim quando eu digo que morar com gente que não faz esses mínimos (ou faz de maneira porca) torna a rotina em casa uma agonia. Acredite! (vivendo isso nesse momento)

Dá estress? Depende de com quem você mora e dos seus padrões. Se for um maníaco por limpeza (não é o meu caso, se eu fosse estaria louca mesmo, ou já tinha brigado com os companheiros de casa) dificilmente vai ter paz ao dividir casa com outras pessoas, principalmente se forem estudantes mais novos, que geralmente não ligam muito para cuidados com a casa. E sendo um casal alugando um quarto, claro que vai ter algumas limitações e perda de privacidade. Sabe quando a cama range fazendo certos movimentos? Pois é. Limitações, meus amigos!

Alugando um apartamento inteiro

A média geral do valor pago em apartamentos pelos brasileiros (de acordo com o questionário aplicado) foi de 371 euros. A média de preço de um apartamento T1 (explico mais abaixo o que significa T1, T2, T3, ok?) aqui em Aveiro varia entre 350 e 400 euros. Mas dependendo do bairro que você for alugar, pode haver uma variação significativa. Por exemplo: no questionário houve uma pessoa que disse alugar um T2 no bairro do Alboi por 500 euros. Já outra pessoa disse alugar um T3 por 400 euros no bairro do Santiago. Vê a diferença? Aqui em Aveiro, 100 euros é bastante coisa. Portanto, se você tem uma família de três pessoas ou mais e que precisa alugar um apartamento de vários quartos, é possível encontrar valores mais baixos em alguns bairros de Aveiro, em especial no Santiago.

Mas o que é T1, T2 e companhia?!

O “T” acompanhado de um número depois dele designa a quantidade de quartos que um local tem. Portanto:

T0 = “kitnet”

T1 = 1 quarto

T2 = 2 quartos

T3 = 3 quartos

e assim por diante…

Fácil e simples assim.

Alugueis mais baratos? Cuidado…

…Talvez seja em um local distante do centro de Aveiro! Muita gente faz pesquisas de alugueis pela internet e se encantam com alguns preços baixos por apartamentos com dois quartos, todo renovado, muito bonito. Porém não observam a localização do mesmo! Quando eu estava no Brasil e pesquisava locais cheguei a entrar em contato com algumas pessoas pelo OLX para tirar dúvidas, pois achava a oportunidade muito boa pelo local que era. Ainda bem que não aluguei nada de longe (não façam isso, tentem sempre ver o imóvel ao vivo antes!), pois todos eram em regiões distantes da Universidade, eu teria que pegar ônibus ou ter um transporte particular para chegar no centro de Aveiro. Ficar a pé ou de bicicleta seria um transtorno, principalmente em dias de chuva (estou falando de mais de 20km de distância). Portanto, olho aberto! Sempre pergunte o endereço exato e bote no maps para ver onde fica e veja com seus próprios olhos antes de fechar contrato ou pagar qualquer coisa.

Contas

Tratando-se das contas de água, energia, gás e internet (basicamente as contas fixas residenciais), a média geral de gastos foi de 86 euros. Esse valor costuma ficar menor para pessoas que dividem o apartamento com outras pessoas, já que as contas serão rateadas entre a quantidade de moradores. Para as pessoas que alugam só o quarto e não estão em casal, a despesa varia entre 15 a 40 euros por mês. Se estão em casal, é duas vezes o valor para uma pessoa. Quando se aluga uma casa inteira, o valor das despesas deve ser custeado inteiramente pelo inquilino, e para esses os gastos variaram entre 100 e 170 euros por mês.

Algumas pessoas conseguem alugar um local (seja quarto ou apartamento) com as despesas inclusas no valor do aluguel. Isso faz com que às vezes seja uma “vantagem” e às vezes “desvantagem”, pois haverá meses em que o valor das contas rateadas seria mais em conta do que o que se paga na despesa fixa. Porém outros meses será o contrário e as contas rateadas sairão mais caras do que o valor fixo que você paga. Eu sinceramente acho que é uma vantagem, pois será sempre “sem surpresas”.

Ah, ainda sobre as contas, elas costumam ficar mais caras no inverno. Isso porque é quando as pessoas precisam usar os aquecedores. Existem vários tipos de aquecedores, mas todos eles consomem de alguma forma um tipo de energia… Alguns mais, outros menos. Também se passa mais tempo com o chuveiro ligado no quente (afinal, se desligar enquanto se está molhado já começa a tremedeira, vem um vento não sei daonde pra dentro do chuveiro). E no final, vai tudo para a conta.

Estimativa x consumo real

Aqui em Portugal tem uma coisa muito estranha que é cobrar as pessoas pela estimativa das contas. Eles escolhem um mês para fazer uma estimativa real (ou seja, eles olham o contador, seja da água ou do gás) e aí você vai receber uma conta de acordo com seus gastos reais. Daí eles passam um mês (ou meses) sem fazer a leitura novamente e se você quiser pagar as contas daquele mês que eles não leram o contador, eles fazem uma média dos últimos consumos reais e mandam a conta. Ou seja, você pode ter consumido mais ou menos do que aquela estimativa. No inverno é quando vem uns sustos.

Nós, por exemplo, vínhamos pagando aí pra 40 a 45 euros por mês com as contas assim que chegamos, entre agosto e novembro – as estimativas estavam baseadas nos meses de verão, onde os estudantes viajam de férias, e do outono, onde as temperaturas ainda não estão tão baixas e portanto o consumo da água quente não é tão alto. De repente, em dezembro, as contas pulam para 70 euros. Em janeiro, 80 euros. Isso porque eles fizeram a leitura real do contador e temos que pagar tanto o valor real como a diferença não cobrada nos outros meses. E a média dos próximos meses estará comprometida pelo valor alto. Tem que ficar ciente disto, principalmente se não tem outras pessoas para dividir as contas.

Compras (para alimentação)

A média de gastos com compras em mercados foi de 150 euros mensais. Houve quem disse gastar 30 euros por mês com feira para uma pessoa (esse feito não é fácil de conseguir!) e quem gasta 450 euros (para alimentar três pessoas).

Há aí uma coisa importante a mencionar: muitas pessoas disseram gastar entre 100 e 150 euros para apenas uma pessoa, enquanto que outras gastam esses mesmos 150 euros para duas pessoas. É o nosso caso: eu e Rafael gastamos em média 150 euros por mês com compras. Fazemos as três refeições em casa (às vezes pulamos o café da manhã por conta da hora em que acordamos :P) e ainda conseguimos de vez em quando comprar algumas besteiras (chocolate, salgadinho, sorvete, bolachas) quando estas entram em promoção (estamos tentando parar pela milésima vez).

Portanto, podemos concluir que o gasto irá depender mesmo do seu estilo de vida: se você prefere se alimentar de alimentos frescos, orgânicos (estes sempre mais caros), frutas e verduras, ou se prefere coisas mais rápidas e simples, por vezes industrializadas; se tem alguma restrição e precisa comprar alimentos especiais (geralmente mais caros); se prefere comprar marcas brancas ou produtos de marca; se está sempre ligado nos folhetos dos mercados para comprar os produtos na promoção… Eu já falei sobre como economizar ao fazer compras nos mercados daqui de Portugal, confere o post! 😉

Transporte

Foi quase unanimidade entre os brasileiros que cá moram o não-gasto com transportes! Zero euros por mês investidos nesta questão! 🙂 A maioria esmagadora dos participantes do questionário dizem fazer tudo a pé ou de bicicleta em Aveiro. A cidade, de fato, é pequena o suficiente para que as pessoas que morem nos bairros centrais consigam fazer as coisas (ir ao mercado, à universidade, trabalho, restaurantes, cafés, shoppings, lojas, etc) sem ter que pegar um ônibus ou dirigir. A geografia da cidade também ajuda, já que é basicamente toda plana. Algumas pessoas disseram gastar 15 a 30 euros por mês, porém não especificaram se esse valor é para gasolina no carro ou passe para os ônibus.

Ainda bem que não é preciso pegar ônibus (aqui chamados de autocarros) para se chegar nos locais que mais precisamos no dia a dia pois o sistema de transporte público de Aveiro não é conhecido por ser bom. É bastante comum ouvirmos histórias de atrasos, de ônibus que pulam um horário em que deveriam aparecer, de nos domingos ter de esperar 1 hora por um ônibus… E realmente, não é comum vermos os autocarros circulando pela cidade com frequência. Acho que a prefeitura se confia de que muita gente não precisa do transporte público para não investir de forma mais pesada nesse aspecto, e acabam se esquecendo que muita gente precisa! Principalmente quem mora nos locais afastados dos bairros centrais. Li recentemente que houve um corte nas linhas e nos horários dos ônibus e aumento no valor do passe (fonte), ou seja, não parece que vai melhorar mesmo.

Lembra da pessoa que mora em Albergaria-A-Velha? Ela disse gastar 250 euros por mês com transporte particular (um carro). Provavelmente ela tem que se deslocar diariamente para Aveiro ou outro centro para trabalhar, e por isso há esse gasto grande com o carro. Então, é preciso ter em mente que é possível sim conseguir alugar locais maiores com preços mais baratos em regiões mais distantes do centro de Aveiro (tal como falei anteriormente), mas isso se refletirá no gasto com transporte (seja público ou particular).

Saídas para comer/beber

Na hora das saídas, a média de gastos dos brasileiros foi de 17 euros porém os valores mais comuns para uma pessoa variaram entrecusto de vida em Aveiro - comendo fora 7 e 10 euros. Muitos restaurantes, lanchonetes, pastelarias e hamburguerias daqui oferecem pratos a preços bons e come-se bem! Por exemplo, uma noite eu e Rafael fomos jantar no Cais Madeirense (culinária típica da Ilha da Madeira) e gastamos  7,60 euros. Teve entrada (porção de bolo do caco, uma espécie de pão da Ilha da Madeira, com pasta de alho, delicioso!!) e francesinha à moda da casa (o pão foi substituído pelo bolo do caco) que veio com uma porção de batatas. Estava tudo maravilhoso! Saímos muito satisfeitos mesmo, tanto pelo sabor quanto pela quantidade. Olha a foto não me deixando mentir que foi uma boa quantidade! Isso era uma porção do prato repartido ao meio para nós. E não, esse texto não foi patrocinado pelo Cais Madeirense, infelizmente! hehe. Apesar de não ser caro sair para comer fora (nós não bebemos), preferimos comprar as coisas no mercado e comer em casa.

Existem aqui alguns lugares em que você só paga um valor (por exemplo, o Monte Alentejano que cobra 10 euros) e tem comida e bebida à vontade pela noite toda. Quando eu fui neste restaurante, num jantar do curso, comi bacalhau com natas bem gratinado e suculento, salada, tinha uma carne de porco lá também, tinha refrigerante e vinho à vontade, tudo por 10 euros por pessoa.

Custos extras

O gasto com telefonia móvel foi um dos custos mencionados. A média de dinheiro gasto é de 10 a 16 euros por mês com o celular. Existem vários planos especiais para jovens, que incluem acesso ilimitado às principais redes sociais, muitos minutos e sms, por um preço bom. Geralmente é para pessoas de até 26 anos. A internet móvel daqui é 4G e costuma ser bem boa para todas as operadoras.

O valor gasto em ginásio (academia) também foi falado, variando entre 35 e 39 euros por mês. As pessoas que afirmaram ter esse gasto não disseram se fazem algo específico na academia ou se só fazem treinos aeróbicos e de musculação.

Também gastam com plano de saúde (aqui chamam seguro de saúde, funciona de maneira diferente do Brasil), cerca de 30 euros por mês.

E por fim algumas pessoas mencionaram ter gastos com creche e escola. Uma pessoa disse gastar 60 euros com escola e 35 euros de transporte escolar, enquanto outra diz gastar 190 euros com escola. Pretendo no futuro fazer um vídeo a respeito desse assunto.


Bem pessoal, espero que este post tenha te ajudado a ter uma noção do custo de vida em Aveiro. Comparada a outras cidades grandes de Portugal, tal como Lisboa e Porto, Aveiro tem um custo de vida até baixo.

Confiram os vídeos relacionados a essa postagem! 😉


 





Se inscreva no canal do Mundo à Frente para não perder nenhum conteúdo por lá e assine nossa newsletter para não perder nenhum post por cá. 🙂 

Comentários

comentários

Comments ( 16 )

  1. ReplyTATA
    Bom dia, Gabriela ! Mais uma vez, informaçoes preciosas, apresentadas de forma simples e baseadas em fatos reais. Gabi, gostaria de saber como que a gente faz para tirar o atestado de residência quando aluga-se um quarto...Sabemos que esse documento que comprova a residência é de suma importância para tantos outros procedimentos que temos que fazer por aí, como você já explicou em posts anteriores...Grande abraço !!
    • ReplyGabriela Olem
      Tata, eu expliquei como que consegue o comprovante de residência no post das burocracias :) Você pode ter um contrato de locação assinado (e que seja cadastrado nas finanças, isso é função do senhorio, ele deve fazer isso para pagar os impostos); pode usar um recibo de pagamento do aluguel, emitido pelo senhorio (e para isso o contrato tem que ser da forma que falei anteriormente); pode ir na Junta da Freguesia com o senhorio ou o contrato para emitir um documento oficial (porém tem uma validade limitada, não tenho certeza de quanto tempo).
  2. ReplyKamila
    Aguardando novos posts!!!! :)
    • ReplyGabriela Olem
      Trabalhando neles, Kamila! :) O próximo será minhas impressões sobre estudar um mestrado por cá. ;) Abraço!
  3. ReplyJose Mata III
    Muito bom post Gabriela. Infelizmente não vou morar em Avieiro, vou para lisboa, mas já dar para ter uma noção (mesmo lisboa tendo um custo de vida mais caro). Seria interessante ter outros posts como esse de outras cidades como Lisboa Porto e Coimbra, que recebem muitos brasileiros. No mais parabéns e obrigado
    • ReplyGabriela Olem
      Obrigada José! Eu não tenho intenção de fazer um post semelhante para outros locais, pois prefiro falar quando vivo na cidade, para ter mais propriedade e comentários relevantes sobre o assunto. Mas tem vários blogs que já fizeram algo sobre as principais cidades de Portugal, então é fácil de encontrar! :) Abraço!
  4. ReplyCarlos Leandro
    Oi Gabriela, queria te parabenizar pelo post, me ajudou demais. Meu nome é Carlos, sou biólogo e estou querendo ir para Aveiro ano que vem ou em 2019 para cursar o mestrado em Ilustração científica na UA. Atualmente estou no pós-doutorado na UNESP e aproveitando para acumular grana para pagar o curso e tentar me manter por um ano em Aveiro. Tenho várias dúvidas sobre meu planejamento de mudança. Gostaria muito de tirar algumas dessas dúvidas com você. Eu poderia entrar em contato com você de algumas forma para poder fazer umas perguntas? Posso entrar em contato com vc pelo face? Desde já agradeço demais as informações que postou. Atenciosamente. Carlos
    • ReplyGabriela Olem
      Olá Carlos! Pode enviar email para nós pela seção de contato aqui do site! ;)
  5. ReplyAmália
    Ooii Gabriela, eu e uma amiga estamos querendo ir no primeiro semestre de 2018 para a faculdade de leiria, fazer um semestre de faculdade. Quando começa as aulas em Portugal? Qual é a data que começa às aulas no início do ano? Leiria é tipo Aveiro? Uma professora nos sugerir Aveiro, mas o custo da moradia estudantil em Aveiro é 30 euros mais caro do que em Leiria, confirma essa informação? Aguardo tua resposta ansiosamente!
    • ReplyGabriela Olem
      Oi Amália! Não conheço Leiria, então não tenho como fazer a comparação. Recomendo buscar vídeos/posts específicos de pessoas que moram lá. E quanto ao início do ano letivo, ocorre geralmente em setembro nas Universidades de Portugal. No início do ano começa o segundo semestre desse ano letivo, geralmente em fevereiro.
  6. Replycamila
    hola Gabriela eu estou querendo ir ano que vem pra Portugal e amei Aveiro vou com o visto D2 trabalhar na area de costura com façao de roupas e calçados,eu mu filho ,uma sobrinha que faz nutriçao quer terminar os estudos ai sabe me dizer a faculdade mais perto qual seria a distancia
    • ReplyGabriela Olem
      Camila, existe uma Universidade em Aveiro. Ela precisa acessar o site da universidade para ver se tem o curso que ela quer. Se não tiver, tem a universidade do Porto e de Coimbra que ela pode ir também. Só pesquisar no google que acha os sites dessas universidades que falei. Abraços.
  7. ReplyNathi
    Muito bom post. E você sabe me dizer se a cidade oferece boas oportunidades de trabalho? Ou melhor para estudos? E onde posso buscar vagas de emprego ai?
    • ReplyGabriela Olem
      Olá! A maior parte dos trabalhos são para trabalhar em restaurantes, como atendente de mesa ou na cozinha. Ou como vendedor porta a porta... Para estudos, basta ver o site da UA! :D Para emprego, tenta aqui: https://infoportugal.com.pt/empregos/ Abração!
      • ReplyNathieli
        Obrigada, vou dar uma pesquisada. Abraço
  8. Custo de vida em Aveiro | Rumo a Europa
    […] Custo de vida em Aveiro – Vida em Portugal #05 […]

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Você pode utilizar tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>